quinta-feira, 30 de setembro de 2010

Competências e Habilidades - Matemática


Matriz de Competências e Habilidades de Matemática
Ensino Fundamental


EIXOS COGNITIVOS
I- Dominar a norma culta da Língua Portuguesa e fazer uso das linguagens matemática, artística e científica.
II- Construir e aplicar conceitos das várias áreas do conhecimento para a compreensão de fenômenos naturais, de processos histórico-geográficos, da produção tecnológica e das manifestações artísticas.
III- Selecionar, organizar, relacionar, interpretar dados e informações representados de diferentes formas, para tomar decisões e enfrentar situações-problema.
IV- Relacionar informações, representadas em diferentes formas, e conhecimentos disponíveis em situações concretas, para construir argumentação consistente.
V- Recorrer aos conhecimentos desenvolvidos para elaboração de propostas de intervenção solidária na realidade, respeitando os valores humanos e considerando a diversidade sociocultural.

COMPETÊNCIAS GERAIS 
M1 - Compreender a Matemática como construção humana, relacionando o seu desenvolvimento com a transformação da sociedade.
M2 - Ampliar formas de raciocínio e processos mentais por meio de indução, dedução, analogia e estimativa, utilizando conceitos e procedimentos matemáticos.
M3 - Construir significados e ampliar os já existentes para os números naturais, inteiros e racionais.
M4 - Utilizar o conhecimento geométrico para realizar a leitura e a representação da realidade, e agir sobre ela.
M5 - Construir e ampliar noções de grandezas e medidas para a compreensão da realidade e a solução de problemas do cotidiano.
M6 - Construir e ampliar noções de variação de grandeza para a compreensão da realidade e a solução de problemas do cotidiano.
M7 - Construir e utilizar conceitos algébricos para modelar e resolver problemas.
M8 - Interpretar informações de natureza científica e social obtidas da leitura de gráficos e tabelas, realizando previsão de tendência, extrapolação, interpolação e interpretação.
M9 - Compreender conceitos, estratégias e situações matemáticas numéricas para aplicá-los a situações diversas no contexto das ciências, da tecnologia e da atividade cotidiana.

HABILIDADES


I
II
III
IV
V
F1
H1
H2
H3
H4
H5
F2
H6
H7
H8
H9
H10
F3
H11
H12
H13
H14
H15
F4
H16
H17
H18
H19
H20
F5
H21
H22
H23
H24
H25
F6
H26
H27
H28
H29
H30
F7
H31
H32
H33
H34
H35
F8
H36
H37
H38
H39
H40
F9
H41
H42
H43
H44
H45
      
H1 - Identificar e interpretar, a partir da leitura de textos apropriados, diferentes registros do conhecimento matemático ao longo do tempo.
H2 - Reconhecer a contribuição da Matemática na compreensão e análise de fenômenos naturais, e da produção tecnológica, ao longo da história.
H3 - Identificar o recurso matemático utilizado pelo homem, ao longo da história, para enfrentar e resolver problemas.
H4 - Identificar a Matemática como importante recurso para a construção de argumentação.
H5 - Reconhecer, pela leitura de textos apropriados, a importância da Matemática na elaboração de proposta de intervenção solidária na realidade.
H6 - Identificar e interpretar conceitos e procedimentos matemáticos expressos em diferentes formas.
H7 - Utilizar conceitos e procedimentos matemáticos para explicar fenômenos ou fatos do cotidiano.
H8 - Utilizar conceitos e procedimentos matemáticos para construir formas de raciocínio que permitam aplicar estratégias para a resolução de problemas.
H9 - Identificar e utilizar conceitos e procedimentos matemáticos na construção de argumentação consistente.
H10 - Reconhecer a adequação da proposta de ação solidária, utilizando conceitos e procedimentos matemáticos.
H11 - Identificar, interpretar e representar os números naturais, inteiros e racionais.
H12 - Construir e aplicar conceitos de números naturais, inteiros e racionais, para explicar fenômenos de qualquer natureza. 
H13 - Interpretar informações e operar com números naturais, inteiros e racionais, para tomar decisões e enfrentar situações-problema.
H14 - Utilizar os números naturais, inteiros e racionais, na construção de argumentos sobre afirmações quantitativas de qualquer natureza.
H15 - Recorrer à compreensão numérica para avaliar propostas de intervenção frente a problemas da realidade.
H16 - Identificar e interpretar fenômenos de qualquer natureza expressos em linguagem geométrica.
H17 - Construir e identificar conceitos geométricos no contexto da atividade cotidiana.
H18 - Interpretar informações e aplicar estratégias geométricas na solução de problemas do cotidiano.
H19 - Utilizar conceitos geométricos na seleção de argumentos propostos como solução de problemas do cotidiano.
H20 - Recorrer a conceitos geométricos para avaliar propostas de intervenção sobre problemas do cotidiano.
H21 - Identificar e interpretar registros, utilizando a notação convencional de medidas.
H22 - Estabelecer relações adequadas entre os diversos sistemas de medida e a representação de fenômenos naturais e do cotidiano.
H23 - Selecionar, compatibilizar e operar informações métricas de diferentes sistemas ou unidades de medida na resolução de problemas do cotidiano.
H24 - Selecionar e relacionar informações referentes a estimativas ou outras formas de mensuração de fenômenos de natureza qualquer, com a construção de argumentação que possibilitem sua compreensão.
H25 - Reconhecer propostas adequadas de ação sobre a realidade, utilizando medidas e estimativas.
H26 - Identificar grandezas direta e inversamente proporcionais, e interpretar a notação usual de porcentagem.
H27 - Identificar e avaliar a variação de grandezas para explicar fenômenos naturais, processos socioeconômicos e da produção tecnológica.
H28 - Resolver problemas envolvendo grandezas direta e inversamente proporcionais e porcentagem.
H29 - Identificar e interpretar variações percentuais de variável socioeconômica ou técnico-científica como importante recurso para a construção de argumentação consistente.
H30 - Recorrer a cálculos com porcentagem e relações entre grandezas proporcionais para avaliar a adequação de propostas de intervenção na realidade.
H31 - Identificar, interpretar e utilizar a linguagem algébrica como uma generalização de conceitos aritméticos.
H32 - Caracterizar fenômenos naturais e processos da produção tecnológica, utilizando expressões algébricas e equações de 1° e 2° graus.
H33 - Utilizar expressões algébricas e equações de 1° e 2° graus para modelar e resolver problemas.
H34 - Analisar o comportamento de variável, utilizando ferramentas algébricas como importante recurso para a construção de argumentação consistente.
H35 - Avaliar, com auxílio de ferramentas algébricas, a adequação de propostas de intervenção na realidade.
H36 - Reconhecer e interpretar as informações de natureza científica ou social expressas em gráficos ou tabelas.
H37 - Identificar ou inferir aspectos relacionados a fenômenos de natureza científica ou social, a partir de informações expressas em gráficos ou tabelas.
H38 - Selecionar e interpretar informações expressas em gráficos ou tabelas para a resolução de problemas.
H39 - Analisar o comportamento de variável expresso em gráficos ou tabelas, como importante recurso para a construção de argumentação consistente.
H40 - Avaliar, com auxílio de dados apresentados em gráficos ou tabelas, a adequação de propostas de intervenção na realidade.
H41 - Identificar e interpretar estratégias e situações matemáticas numéricas aplicadas em contextos diversos da ciência e da tecnologia.
H42 - Construir e identificar conceitos matemáticos numéricos na interpretação de fenômenos em contextos diversos da ciência e da tecnologia.
H43 - Interpretar informações e aplicar estratégias matemáticas numéricas na solução de problemas em contextos diversos da ciência e da tecnologia.
H44 - Utilizar conceitos e estratégias matemáticas numéricas na seleção de argumentos propostos como solução de problemas, em contextos diversos da ciência e da tecnologia. 
H45 - Recorrer a conceitos matemáticos numéricos para avaliar propostas de intervenção sobre problemas de natureza científica e tecnológica.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário